Dinâmica Molecular da Elastina:

Em contraste com o colágeno, que forma fibras de alta resistência à tensão, a elastina é uma proteína de tecido conjuntivo com propriedade semelhantes às da borracha. Fibras eláticas compostas de microfibrilas de elastina e de glicoproteínas são encontradas nos pulmões, na parede das grandes artérias e nos ligamentos elásticos. Elas podem ser distendidas em várias vezes o seu comprimento normal, mas retornam ao formato original quando a força de tensão é relaxada. A elastina é um polímero proteico insolúvel, sintetizado a partir de um precursor, a tropoelastina, a qual é um polipeptídeo linear composto por cerca de 700 aminoácidos, a maioria deles pequenos e apolares. A elastina é também rica em prolina e lisina, mas contém pouca hidroxiprolina e hidroxilisina. A tropoelastina é secretada pela célula no espaço extracelular.

Nessa animação podemos ver a proteína elastina em dois momentos: no primeiro vemos a elastina distendida e logo depois de uma dinâmica moleculas de 12ns, podemos observar que a proteína retorna ao seu formato original.

Bibliografia

Bioquímica Ilustrada, 5º Edição

Autores: Richard A. Harvey & Denise R. Ferrier

 

Baixe o Vídeo em Alta Resolução

Ajude a divulgar, compartilhe: